Blog da JusCash

Insights, dicas e ferramentas para gestão financeira de advogados e escritórios de advocacia.


23 de outubro de 2023
Advocacia

Como aplicar o legal design e o visual law na advocacia?

Escrito por: Equipe JusCash

Como aplicar o legal design e o visual law na advocacia?

Escrito por: Equipe JusCash

Compartilhe nas redes:

Legal design e visual law são tendências que estão revolucionando a forma como os advogados prestam seus serviços e se relacionam com seus clientes e com o Judiciário.

As palavras têm sido a ferramenta de trabalho dos advogados há décadas. Porém, a aplicação de estratégias de comunicação entre os operadores do Direito e pessoas que não eram da área jurídica era muito rara, o que tornava o processo ainda mais difícil.

Porém, nos últimos anos, surgiram novos métodos, visando aplicar os conceitos de startups e design thinking ao setor jurídico: o legal design e o visual law. Sua intenção é tornar a área mais amigável e desburocratizar o acesso à justiça. 

A adoção desse tipo de estratégia é um grande diferencial para quem busca atrair mais clientes, mas as vantagens não param por aí. Neste artigo, você poderá entender um pouco mais sobre os conceitos, a diferença entre eles e 7 razões para aplicá-los em sua prática. Confira!

O que é Legal Design?

Legal design é uma estratégia disruptiva que se propõe a explicar o Direito de forma mais simples, interessante e acessível. Nele, a experiência do setor Jurídico é combinada com uma abordagem do design.

Assim, os documentos jurídicos passam a contar com representações gráficas, linguagem simples e clara, e novas tecnologias. O Legal Design surgiu da necessidade de tornar as legislações e regulamentos mais compreensíveis para as pessoas em geral.

O legal design é uma solução que ajuda a criar empatia entre os operadores do Direito e os usuários. Como resultado, estes últimos passam a ocupar uma posição melhor quando se trata de entender como resolver certas situações.

O que é Visual Law?

Já o Visual Law é um conceito extraído do legal design com o intuito de facilitar a transmissão de informações jurídicas por meio de recursos visuais e imagens. O intuito é facilitar a compreensão de certos conceitos da área.

Essa aplicação não é feita para eliminar a essência do conteúdo, mas para destacar as informações mais importantes. Com isso, é possível tornar as informações acessíveis a todos de maneira rápida.

Para isso, advogados e outros profissionais do ramo usam técnicas para passar suas mensagens com mais eficiência. O foco deixa de ser quem transmite o conteúdo e passa a ser quem o recebe, em um exercício de empatia.

Qual é a diferença entre ambos?

É muito comum que haja confusão entre os conceitos de Visual Law e Legal Design, porém eles são distintos. O Legal Design é um conceito amplo, que busca simplificar, facilitar e tornar o Direito acessível.

Já o Visual Law é uma ramificação do Legal Design, que tem como foco tornar as informações jurídicas mais simples e acessíveis por meio de elementos visuais. Ele também é usado como posicionamento de marca.

7 motivos para aplicar esses conceitos na advocacia

1. As pessoas lembram de imagens com mais facilidade 

Existem estudos que apontam que os seres humanos têm uma memória de imagens bastante vasta. Por isso, usar esses elementos em suas petições e comunicações é uma forma de facilitar a comunicação com o interlocutor – seja ele quem for.

2. Apresentações com recursos visuais são mais persuasivas

Além disso, quando a apresentação conta com suporte visual, contribui para aumentar a capacidade de compreensão, atenção e retenção dos espectadores. Além disso, apresentações coloridas e com recursos diferentes são mais convincentes do que apresentações em preto e branco.

3. Textos com imagens geram mais credibilidade

Independente do público, quando um texto é acompanhado de uma imagem, a credibilidade tende a aumentar. O uso de figuras influencia tanto na compreensão dos conteúdos, quanto na própria credibilidade do que está sendo apresentado.

Utilize técnicas de legal design para fortalecer e divulgar sua marca pessoal na advocacia.

4. Documentos com símbolos são mais fáceis de compreender

Pesquisas apontam que o uso de símbolos em rótulos de medicamentos ajudam na compreensão e adesão dos pacientes. Esse conceito também pode ser aplicado aos documentos jurídicos, facilitando a comunicação com clientes e outros profissionais.

5. Melhora a comunicação com o cliente

É comum que os advogados escrevam petições com grandes blocos de texto, frases e parágrafos longos, além de diversos termos jurídicos. Mas, com a aplicação do legal design, é possível simplificar as petições e facilitar a comunicação com o cliente. 

Assim, eles não terão dificuldade de entender os recursos usados pelo advogado para embasar o pedido. Além disso, conseguem encontrar as informações que precisam com facilidade e conseguem esclarecer todas as suas dúvidas.

Confira dicas práticas para conquistar mais clientes na advocacia.

6. Oferece valor e aumenta a satisfação do cliente

Aplicar o legal design à sua rotina é uma forma de agregar valor ao seu trabalho. O cliente terá uma experiência positiva e perceberá que pagou por um serviço de qualidade e de valor.

O cliente que se sente bem atendido e entende como o advogado conseguiu lhe oferecer suporte, fica mais satisfeito. A tendência é que ele volte a fazer negócio com seu escritório e se torne um embaixador, indicando seu serviço para outras pessoas.

Por meio desse marketing boca a boca, sua carteira de clientes e seu lucro tendem a aumentar, fazendo com que seu escritório cresça.

7. Facilita o trabalho do judiciário

Vários fatores contribuem para que um operador do Direito tenha êxito em um processo judicial. Exemplos disso são: tese formulada, argumentação, provas apresentadas e outros itens importantes.

Apesar de o legal design não influenciar esses fatores, ele pode auxiliar o judiciário. Isso porque, ao aplicá-lo, o advogado contribui com o trabalho do juiz e o ajuda a ter atenção a pontos de destaque, como argumentos e demonstração de provas.

Conclusão

Visual Law e Legal Design são soluções inovadoras, que surgiram da intersecção entre o Direito e outras áreas do conhecimento. Seu objetivo é tornar mais simples e desburocratizar o acesso ao Judiciário.

Aplicar esse tipo de estratégia em seu dia a dia é uma forma de estar mais próximo dos seus clientes e oferecer um serviço de valor a eles. 

Quer conhecer outros conceitos que irão facilitar o dia a dia de seu escritório? Então, continue acompanhando nosso blog!

calculadora para saber quando você irá receber seus honorários

Confira as postagens mais acessadas

Planilha controle financeiro

Baixe grátis a nossa planilha de controle financeiro para advogados

Administrar as finanças de um escritório de advocacia pode ser uma tarefa muito complicada. Isso porque envolve divers
Continue lendo Continue lendo
advogado autônomo: saiba como declarar seu imposto de renda 2024!

Advogado autônomo: Como se preparar para o imposto de renda? [Guia 2024]

Você sabe quais impostos um advogado deve pagar e como deve declarar seus honorários no imposto de renda? Descubra nes
Continue lendo Continue lendo
Destaque de honorários contratuais

Destaque de honorários contratuais: o que é e qual a importância?

O destaque de honorários contratuais deve ser requerido pelo profissional do Direito ao longo do processo para evitar p
Continue lendo Continue lendo