A gestão financeira na advocacia é essencial para o sucesso e perenidade de um escritório. Aliás, por meio dela é possível conhecer a real situação da empresa e tomar as ações e decisões necessárias.

Em outras palavras, manter as finanças de seu escritório em dia é essencial para garantir seu bom funcionamento. No entanto, sua prática exige olhar estratégico e minucioso em todas as etapas de sua atuação.

Em outras palavras, conhecer a situação financeira de escritório ajuda a entender quando é necessário prospectar clientes, por exemplo. Ou, por outro lado, se existe a necessidade de investir para ampliar o negócio.

Além disso, evita desperdícios, te ajuda na gestão de riscos e minimiza diversos problemas, inclusive a quebra do negócio.

Com a gestão financeira, você entende o que precisa fazer para manter o equilíbrio das contas no seu escritório. Assim como passa a:

  • Controlar as entradas e saídas de dinheiro;
  • Pagar as contas;
  • Identificar e cortar gastos desnecessários;
  • Investir em seu crescimento.

Neste conteúdo, você conhece um pouco mais sobre o conceito de gestão financeira na prática e suas aplicações na advocacia. Confira!

O que significa gestão financeira?

A gestão financeira reúne ações, processos e métodos para que empresas planejem, controlem e analisem suas atividades financeiras.

Como resultado, é possível analisar cenários e definir metas para trazer resultados melhores.

Portanto, uma boa gestão financeira é o segredo das empresas de sucesso e é essencial para o crescimento de seu escritório. Adotar esse tipo de estratégia é aumentar a eficiência operacional, produtiva e de outras frentes do seu negócio.

Por meio da administração do dinheiro e bens da empresa, os responsáveis pela gestão financeira atuam:

  • Na conciliação das metas financeiras da empresa;
  • Na redução de custos;
  • Nos objetivos produtivos;
  • Nas estratégias para potencializar crescimento, lucros e investimentos.
Gestão Financeira - JusCash
Foto: Freepik (www.freepik.com)

Como a gestão financeira deve funcionar?

Ao colocar em prática essas técnicas de gestão, você consegue equilibrar os gastos e ganhos de uma empresa para que ela atue de forma lucrativa. Quatro fatores estão no centro do processo de organização financeira.

Planejamento

Toda estratégia de gestão de uma empresa precisa começar pelo planejamento. Nele, a empresa deve definir quais resultados espera alcançar, levando em consideração diversos fatores.

Nesse processo, é essencial avaliar formas para alcançar as metas e traçar planos em cenários desfavoráveis. Ter esse olhar para possíveis crises ou emergências pode salvar o seu negócio caso esses cenários se concretizem.

Controle

O controle financeiro está relacionado à execução dos processos. Quando o gestor mapeia as operações, ele controla as práticas e pode fazer com que os resultados aconteçam. Dessa forma, é possível tomar ações de prevenção ou correção em tempo real, o que evita retrabalhos e erros. 

O controle das execuções de gestão financeira deve ser separado do controle de custos. Embora o último seja um processo vital para administrar gastos e manter o equilíbrio do fluxo de caixa, ele é apenas parte da estratégia.

Análise

Para que uma metodologia seja eficiente, é essencial analisar os processos e resultados em suas etapas. Dessa forma, é possível otimizar as entregas, bem como os rendimentos de seu escritório.

Investimentos

Com uma gestão financeira eficiente, os investimentos passam a ter os dados reais do seu negócio como base. Isso porque cada investimento deve ser feito para contribuir com a saúde financeira do negócio, além de gerar resultados mensuráveis. Os investimentos são encarados como ações estratégicas na gestão financeira. 

Planilha de controle financeiro para advogados

Infelizmente, a maioria dos profissionais de Direito não adquire conhecimentos sobre a administração de um negócio na faculdade.

Dessa forma, é necessário aprender na prática como tornar a advocacia uma atividade lucrativa, sustentável e rentável.

Nesse sentido, uma planilha de controle financeiro pode ser um recurso simples e eficiente para ajudar os advogados.

Já que ela facilita a organização e análise dos dados de forma mais abrangente para cuidar da gestão financeira do escritório de advocacia.

Você pode encontrar diversos modelos na internet ou desenvolver sua própria planilha, de forma personalizada às suas necessidades

Gestão Financeira - JusCash
Foto: Freepik (www.freepik.com)

Qual a importância do capital de giro em um escritório de advocacia?

O capital de giro é a soma dos recursos necessários para que seu escritório funcione, mesmo com o faturamento baixo.

Funciona como um tipo de reserva para manter o funcionamento, mesmo em meio à instabilidade do mercado.

Para uma boa gestão financeira na advocacia, o advogado precisa proteger seu capital de giro e garantir mais sustentabilidade para seu negócio.

Dessa forma, é possível criar condições mais favoráveis para o cliente no momento de pagar os honorários, por exemplo.

O capital de giro é essencial para o funcionamento de um escritório de advocacia, bem como de qualquer outra empresa. Ele indica a saúde das finanças e dá margem para a negociação com os clientes.

Fique atento, pois conforme sua cartela de clientes aumenta e seus negócios crescem, o capital de giro também precisa aumentar. Se isso não acontecer, você perde suas garantias e pode acabar comprometendo seu negócio.

Fluxo de caixa na advocacia

Fazer uma boa gestão do seu fluxo de caixa também é essencial para uma boa gestão financeira do escritório de advocacia. Essa ferramenta consiste em registrar e monitorar todas as entradas e saídas de dinheiro do caixa de seu escritório.

Esse tipo de controle também permite planejar as próximas etapas da administração de maneira segura e definir estratégias para pagamentos e recebimentos. Por exemplo, caso você perceba que as receitas do próximo mês estão abaixo do orçamento, pode ser a hora de pensar na antecipação de honorários.

Valorização dos honorários advocatícios

O Código de Processo Civil (CPC) determina, no artigo 85, que os honorários devem ser pagos sobre o valor da condenação, e não em um valor fixo. Além disso, a verba honorária deve ser de, no mínimo 10% e no máximo de 20% desse valor.

A reputação de um advogado agrega valor ao seu trabalho. A construção de seu nome e sua marca leva tempo. Esse processo está relacionado à qualidade e ao conhecimento desempenhados no trabalho jurídico.

O advogado não é apenas um prestador de serviços advocatícios. Ele precisa proporcionar  ao cliente uma relação de confiança, já que a troca de informações traz ganhos para ambas as partes.

Embora a precificação desse trabalho seja desafiadora, é essencial valorizar seu trabalho e levar em consideração todo o seu processo de construção de marca nesse momento.

Gestão Financeira - JusCash
Foto: Freepik (www.freepik.com)

5 dicas de gestão financeira na advocacia

1. Separe as contas pessoais das do escritório

Para fazer uma boa gestão financeira na advocacia, é necessário – em primeiro lugar – separar as contas pessoais dos sócios das contas do escritório. Como, muitas vezes, a figura do advogado é confundida com a imagem do escritório, esse é um desafio maior ainda.

Por isso, uma ótima estratégia para fazer essa diferenciação é definir o pró-labore mensal dos sócios. Além disso, a divisão de lucros, feita após o pagamento de todas as despesas, te ajudará com suas contas pessoais.

2. Planeje custos e investimentos

Fazer o registro de suas despesas fixas e variáveis é essencial para prever os custos dos próximos meses. Ao subtrair suas despesas das receitas, você terá um parâmetro sobre a realidade do seu negócio.

Dessa forma, se você identificar a necessidade de mais receitas para cobrir suas despesas, você terá mais calma para tomar ações como:

  • Prospectar clientes;
  • Antecipar recebíveis;
  • Solicitar empréstimos.

Além disso, nos meses em que fechar no azul, após fazer o pagamento das contas, é hora de olhar para o futuro do escritório e pensar nos investimentos.

3. Gerencie o fluxo de caixa

Seja minucioso no registro de todas as suas despesas fixas, e especialmente, variáveis, bem como suas receitas e lançamentos futuros. Dessa forma, além de prospectar clientes, é possível negociar adiantamento com seus clientes atuais e novos prazos com fornecedores.

4. Utilize a tecnologia nas finanças

Para ter uma gestão financeira eficiente, você pode usar ferramentas financeiras tecnológicas. Utilizar a tecnologia é uma ótima forma de alcançar a otimização, eficiência e organização financeira no seu escritório.

Além dos benefícios relacionados à organização, esse tipo de sistema ajuda a reduzir a inadimplência, tanto do seu escritório como dos clientes. Isso é possível graças à automação da comunicação com clientes e geração automática de cobranças.

Esse tipo de software também permite que você emita relatórios com dados sobre seu negócio. Você pode usar essas informações de forma estratégica no planejamento e tomada de decisão do seu negócio.

5. Avalie opções de antecipação de honorários

Processos judiciais podem levar meses até sua conclusão, e muitas vezes, o resultado pode não ser o esperado. Dessa maneira, sua organização financeira pode ir por água abaixo. 

Porém, o advogado possui ferramentas que o ajudam a ter mais previsibilidade financeira e não ficar inadimplente. A antecipação de honorários é uma delas, e pode ser uma ótima opção para que você mantenha seu planejamento.

Isso pode ser feito por meio de empresas como a JusCash, que atua na intermediação da compra de ativos judiciais. Você pode antecipar honorários e diversos outros tipos de crédito sem limites de áreas do Direito ou valores.

Conclusão

A gestão financeira de escritórios de advocacia não é uma tarefa fácil. Porém, cuidar dessa questão é essencial para o sucesso do seu negócio. Por isso, o advogado precisa cuidar de seu fluxo de caixa, capital de giro e buscar formas de gerar lucros.

Esperamos que nossas dicas sobre gestão financeira na prática tenham sido úteis para você! Continue acompanhando nosso blog para mais informações!

Leia também

Deseja antecipar seus honorários?

Entre em contato que teremos prazer em analisar sua ação e antecipar seus honorários advocatícios.

Contato
WhatsApp