Blog da JusCash

Insights, dicas e ferramentas para gestão financeira de advogados e escritórios de advocacia.


12 de julho de 2023
Marketing

Construção de marca pessoal na advocacia: como fortalecer e divulgar seu trabalho

Escrito por: Equipe JusCash

Escrito por: Equipe JusCash

Compartilhe nas redes:

Construir uma personal branding forte e que se destaque no mercado é fundamental para ajudar o advogado a atrair e fidelizar clientes com mais eficiência e qualidade.

O advogado que deseja prospectar e atrair clientes precisa investir na construção de marca pessoal na advocacia. Também chamada de personal branding, essa estratégia ajuda o profissional a promover seus serviços com base em ações de marketing jurídico.

Prestar serviços jurídicos com eficiência e ter um profundo conhecimento na área são diferenciais para o advogado e, certamente, trarão resultados para seus clientes. Porém, na atual dinâmica do mercado, apenas fazer um bom trabalho pode não ser suficiente.

Com a modernização da advocacia, o profissional precisa saber como transmitir confiança e autoridade por meio de sua própria imagem. Saber como divulgá-la também é fundamental para quem quer se destacar em meio a um mercado tão competitivo.

A construção de uma marca pessoal na advocacia é uma ação estratégica que você pode adotar para atrair novos clientes e fidelizar aqueles que já possui. Descubra como se posicionar e se destacar no mercado neste artigo. Boa leitura!

O que é marca pessoal na advocacia?

Personal branding é uma estratégia voltada ao fortalecimento da imagem de uma pessoa diante do mercado. A partir de uma série de posicionamentos e ações, o profissional pode mostrar ao seu público-alvo suas habilidades e a maneira como se expressa.

O objetivo dessa ação é reforçar a autoridade e relevância do advogado diante de seu mercado de atuação. Dessa forma, quem se interessa por esse assunto pode buscar sua marca para se informar ou solucionar algum problema.

Quando sua identidade como marca está definida, o advogado consegue assumir seu controle e criar um diferencial competitivo sobre o mercado. Com isso, deixa de ser apenas mais um que fala sobre aquele assunto e passa a ser conhecido por sua marca.

A construção de marca pessoal na advocacia envolve fatores como:

  • A maneira como o profissional se apresenta online e offline;
  • Sua identidade visual, que envolve a criação de um logotipo, as artes usadas nas redes sociais e seu cartão de visitas;
  • A criação de conteúdos que reforcem a autoridade do profissional sobre o assunto em questão, etc.

Importância da construção de uma marca pessoal sólida

Quando o advogado não trabalha na construção de sua marca pessoal, corre dois grandes riscos:

  1. Se tornar apenas mais um em meio a diversos outros profissionais;
  2. Deixar seu trabalho e reputação serem definidos por terceiros.

Se você for apenas mais um profissional muito bom do Direito, terá uma procura limitada, e muitos clientes irão priorizar profissionais que têm autoridade e bom posicionamento na área. 

Com isso, também não poderá se posicionar e definir claramente seus propósitos, habilidades e metas, deixando espaço para questionamentos e interpretações. Ao investir em personal branding, por outro lado, você pode deixar claros os seus propósitos e diferenciais.

A construção da marca pessoal na advocacia é a primeira ação necessária para o profissional que quer se posicionar como referência em seu segmento. Esse é um processo estratégico que ajudará a direcionar seu posicionamento para atingir seus objetivos, trazendo mais valor ao seu trabalho e para o público.

Por meio das ações de personal branding, o advogado consegue aumentar sua visibilidade, conquistar a confiança do público e compartilhar seus valores com ele. Quando a gestão de sua marca é feita de forma estratégica, seu público tem grande potencial de se tornar promotor do seu trabalho.

Entre os principais benefícios da construção de marca pessoal na advocacia estão:

  • Construção de autoridade na área;
  • Reforça seus diferenciais e qualidades;
  • Entrega mais valor ao seu público;
  • Aumenta o alcance de sua mensagem;
  • Ajuda na construção de uma boa reputação;
  • Aproxima o profissional de possíveis parceiros e clientes.

5 dicas para a construção de marca pessoal de sucesso na advocacia

  1. Planeje sua marca pessoal

Toda boa estratégia de marketing começa pelo planejamento. Assim, comece sua construção de marca pessoal na advocacia pela definição de metas e objetivos pessoais e profissionais. Isso te ajudará a se manter motivado e a enfrentar novos desafios.

Também faça uma análise completa de sua imagem enquanto profissional: sua aparência pessoal, sua comunicação e seus comportamentos. Identifique seus pontos fortes e dedique seus esforços a promovê-las. Busque desenvolver uma imagem positiva, que te ajudará a ter mais credibilidade diante do seu público.

  1. Seja transparente

Busque ter uma conduta de profissionalismo, mas também seja você mesmo. As pessoas perceberão se você estiver se esforçando para parecer alguém que você não é. Reconheça que você não sabe todos os detalhes de sua área de atuação e que pode errar.

Mostre quem você é, o que você é e o que te torna um profissional único. Deixe sua personalidade se destacar e tenha mais proximidade com seus colegas de profissão e clientes em potencial.

Além disso, sempre tenha em mente qual é o seu propósito e busque cumpri-lo. Lembre-se qual é seu objetivo com sua marca pessoal e deixe isso refletir na forma como você a retrata e a mantém.

  1. Faça networking

Construir relacionamento com pessoas importantes, éticas e influentes em sua área é uma forma de potencializar suas oportunidades profissionais. Além disso, a conexão com profissionais da área é uma ótima forma de começar a construção de sua marca pessoal na advocacia.

Por isso, compareça a eventos em sua área, participe de grupos online e comece a criar conexões. Conforme você estabelecer conexões, terá mais chance de ter sua marca pessoal reconhecida, ter influência no setor e se conectar a outras pessoas.

Não basta se conectar com profissionais do seu setor: é preciso continuar interagindo com eles. Busque segui-los nas redes sociais, marcar encontros de networking e conhecer verdadeiramente seus contatos.

Faça com que a conexão inicial se mantenha por bastante tempo: se esforce para conhecer e manter um relacionamento com suas conexões. Lembre-se que elas poderão te ajudar a avançar em sua carreira ou apontar a direção certa.

  1. Seja referência na sua área de atuação

Busque se posicionar como referência em sua área ao compartilhar informações valiosas para seu público. Você pode fazer isso por meio de newsletters, blogs, redes sociais, webinars e muitas outras ferramentas.

É muito importante que você saiba do que está falando e deixe bem claro para seu público que tem domínio do assunto. Por isso, é importante estar sempre atualizado com as últimas novidades e tendências da sua área. 

  1. Use as rede sociais para divulgar sua marca pessoal na advocacia

As redes sociais são ótimas plataformas gratuitas para divulgar seus serviços enquanto advogado. Mas, também podem ser usadas estrategicamente para divulgar sua marca pessoal.

Por isso, elas devem ser usadas de forma estratégica para mostrar quem você é e quais são seus propósitos enquanto advogado. Isso te tornará mais próximo do seu público e de potenciais conexões em sua área.

Por meio das redes sociais, os advogados podem fazer marketing jurídico agregando valor ao seu público e dentro das normas do código de ética da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Lembre-se de manter um ritmo de postagens regular para cativar seu público.

Conclusão

A construção de marca pessoal na advocacia é uma estratégia eficaz para ajudar os advogados a se posicionarem enquanto autoridades em sua área de atuação. Isso ajudará o profissional a se aproximar de potenciais conexões e clientes estratégicos para que ele alcance suas metas.

Continue acompanhando nosso blog para não perder nossas dicas de como realizar um marketing jurídico eficiente e direcionado.

Confira as postagens mais acessadas

Planilha controle financeiro

Baixe grátis a nossa planilha de controle financeiro para advogados

Administrar as finanças de um escritório de advocacia pode ser uma tarefa muito complicada. Isso porque envolve divers
Continue lendo Continue lendo
advogado autônomo: saiba como declarar seu imposto de renda 2024!

Advogado autônomo: Como se preparar para o imposto de renda? [Guia 2024]

Você sabe quais impostos um advogado deve pagar e como deve declarar seus honorários no imposto de renda? Descubra nes
Continue lendo Continue lendo

Como declarar honorários advocatícios no Imposto de Renda?

Está em dúvida sobre como declarar honorários advocatícios no Imposto de Renda? Então, confira esse conteúdo e des
Continue lendo Continue lendo